Adio Tite Ghislandi
Colunistas Nicola Gava

Adio Tite Ghislandi

Adio Tite Ghislandi

“Adeus Geraldo Antonio Ghislandi”. Na manhã da última sexta-feira, 9, recebemos uma triste notícia, o falecimento do amigo, do irmão biológico que não tive, aos 62 anos, o médico veterinário Geraldo Antonio Ghislandi carinhosamente conhecido por Dr. Tite. Filho do saudoso ex-vereador Laudelino Ghislandi e irmão do ex-prefeito Sérgio Ghislandi. Esposo da Maria Elisa e pai da Marina, Luiza e do Geraldinho Ghislandi.

Veterinário recém-aposentado, criador de gado,  tinha paixão por vacas e bois, amava o que fazia, mas, gostava da boa boemia com os amigos. Cantar, festar e falar de política era com ele. Como diz o velho provérbio “dou um boi pra não entrar na festa, mas, dou uma boiada para não sair”, assim eram as características do nosso eterno “Dr. Geraldo ou Dr. Tite. Era tão festeiro que nós amigos e familiares fizemos do velório uma grande festa com cantorias até o clarear do dia. “Va en paxe tozaton!!!”    

Adio Dona Cleir

Adio Tite Ghislandi

“Adeus Cleir Ludnira Crippa Bozzano” Faleceu na madrugada do dia 8, aos 87 anos, por complicações do Covid19, a neoveneziana Dona Cleir Ludnira Crippa Bozzano. Dona Cleir filha dos saudosos Mário e Joaninha Crippa. Mário Crippa no passado fora um dos maiores empresários e comerciantes de Nova Veneza.

Dona Cleir esposa do saudoso Iodá José Bozzano que fora diretor do Colégio Abílio Cesar Borges e escrivão do cartório de registros no qual, por décadas a Dona Cleir foi a escrivã titular. Minha vizinha e mãe da Cleamara, Clovis, Cesar, compadre Ulisses, Juçara e da comadre Ednara. Uma grande perda, sem muitas palavras para definir a Dona Cleir. “En poche paroe, una persona del bene!!!”

Un bergamasco de 94 ani

Adio Tite Ghislandi

“Um bergamasco de 94 anos” Amanhã, 14, o seu Carlos Locatelli completa seus 94 anos. Filho do imigrante italiano Batista Locatelli vindo da província de Bergamo e de Maria Bortolin também italiana da região do vêneto. Carlos é um dos poucos viventes dos remanescentes da primeira geração da colonização do final do século XIX.  Com essa idade, ele ainda pipa o seu palheiro. “Felisità e vita lunga al tozaton!!!”

Do, tre, paroe… 

– Com um pouco de flexibilidade das determinações do estado no quesito “pandemia”, o setor gastronômico da capital mundial da Polenta voltou a reagir no último final de semana com movimento expressivo. Isso é bom para todos, com o cumprimento das exigências de distanciamento, máscaras e uso de álcool.  Brasil. 

– Na língua vêneta “Can de l’ostrega” significa “Cachorro de rua”

Adio Tite Ghislandi

Todos os dias as notícias do
Portal Veneza no seu e-mail

Leia nossa política de privacidade para mais detalhes.