Por Francine Ferreira com edição de Willians Biehl

Após gerar polêmica, os vereadores de Nova Veneza deverão votar hoje um projeto de lei que mantém os salários do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais sem reajuste para a próxima legislatura, que vai de 2021 a 2024. A possibilidade de aumentar os valores apenas com o equivalente à inflação havia sido debatida, mas acabou não sendo colocada em prática.

Conforme o vereador Carlos Eduardo Ghislandi (MDB), não haverá nenhum tipo de reajuste, principalmente por conta da situação atual do município, de enfrentamento à pandemia do novo coronavírus. “Foi combinado que será mantido o mesmo salário, que ele ficará igual. O contador havia colocado o reajuste inflacionário, mas mandamos tirar até essa quantia equivalente à inflação. Ou seja, nem essa será repassada em consideração ao momento em que vivemos”, explica.

Além disso, o presidente da Câmara de Vereadores, Aroldo Frigo Júnior (PSDB), reforça que, fora o salário, o vereador neoveneziano não possui nenhum outro benefício, como as demais Casas Legislativas. “Não existem assessores ou gabinetes, férias e 13º salário, não temos recesso no mês de julho, não recebemos por sessão extraordinária, não temos pagamento por uso de celular e só possuímos um único veículo para o uso da Câmara. A maioria das demais Câmaras tem e recebem tudo isso que abdicamos há tempos. Somos uma das mais enxutas do Brasil”, explica.

A opinião de outros vereadores

Outros vereadores também já haviam se posicionado contrários a um possível aumento, como no caso da vereadora Elisabete Teresa Bortolotto (PP), Vire Amboni (PP) e do vereador Claiton Zanzi (MDB). “Sei que o reajuste é somente para a próxima legislatura, mas não sabemos até quando essa pandemia irá durar e, se neste ano não teve o reajuste dos professores e servidores, acredito que não deva ter pra ninguém”, argumenta Elisabete.

Já Zanzi acredita que o município, assim como todo o país, enfrentará uma forte crise econômica nos próximos anos, devido à pandemia, e que até mesmo uma possível redução deveria ser debatida. “Espero que juntos possamos chegar a um acordo para redução dos salários, pois é nosso dever nos prepararmos para o que vem pela frente”, completa.

Reação

A informação sobre a possibilidade do aumento do salário dos agentes políticos despertou a indignação em alguns cidadãos, como o morador do distrito de São Bento Baixo Alexandro Michels. “Acho uma falta de consideração com o povo, nós numa situação dessa com muitos comércios fechados, gente sem receber e eles querendo reajuste de salário,” reclamou Michels.

O que diz o PL nº 0016

De forma geral, o Projeto de Lei nº 0016 define que os salários do prefeito, vice-prefeito, vereadores e secretários municipais de Nova Veneza na legislatura de 2021 a 2024, seguirão os seguintes valores:

  • Prefeito Municipal: R$ 16.298,85;
  • Vice-Prefeito: R$ 9.452,02;
  • Vereadores: R$ 4.966,73;
  • Secretários Municipais: R$ 8.559,91.

Baixe aqui o projeto na íntegra.